Rede Peba: novas medidas entram em vigor a partir desta segunda (22) em Juazeiro e Senhor do Bonfim sobre leitos

(Foto: Ilustração)

O Ministério Público estadual, por meio do Grupo de Trabalho para acompanhamento das ações de enfrentamento do coronavírus (GT Coronavírus), e das Promotorias de Justiça de Juazeiro, Senhor do Bonfim e Paulo Afonso, promoveu  na última quinta-feira (18), em conjunto com o MPF, uma reunião com os secretários de Saúde da Bahia e desses municípios a respeito da ocupação de leitos da Rede PEBA, que abrange municípios dos Estados da Bahia e de Pernambuco. O encontro visou obter informações sobre a abertura de leitos na macrorregião norte e, na oportunidade, o MPBA questionou ao Estado da Bahia, por intermédio da Sesab, sobre outras estratégias de enfrentamento à pandemia que este esteja planejando implementar, bem como sobre as medidas de distanciamento social, instituídas no Estado de Pernambuco. 

Participaram da reunião, para além dos gestores, os coordenadores do GT Coronavírus, promotores de Justiça Patricia Kathy Medrado, Rogério Queiroz, Frank Ferrari e Rita Tourinho; os promotores de Justiça Aline Curvêlo Tavares de Sá, Daniele Cochrane Santiago Dantas Cordeiro, Rita de Cássia Rodrigues Caxias de Souza e Rui Gomes Sanches Junior; bem como os Procuradores da República Eliabe Soares da Silva e Ticiana Nogueira.

No mesmo dia, ocorreu reunião entre o governador do Estado e os prefeitos, na qual se decidiu a instituição de novas medidas, que entrarão em vigor a partir da segunda-feira, dia 22, nos 22 municípios da região de Juazeiro e Senhor do Bonfim. Dentre outras medidas, foi anunciada a suspensão de funcionamento dos serviços não essenciais, válida de 22 de março até às 05h de 29 de março de 2021, nos municípios de Andorinha, Antônio Gonçalves, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Cansanção, Canudos, Casa Nova, Curaçá, Filadélfia, Itiúba, Jaguarari, Juazeiro, Nordestina, Pilão Arcado, Pindobaçu, Ponto Novo, Queimadas, Remanso, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Sobradinho e Uauá. O decreto com as novas medidas, que vigoram até o dia 29 de março, foi publicado na última sexta-feira (19) pelo Estado.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: