Gestão & Estratégia: Existe funcionário insubstituível?

É comum encontrar nas empresas profissionais que conhecem muito bem suas competências e, quando precisam, podem usá-las a seu favor. Esses profissionais sabem que são avaliados pelos seus gestores e, comumente, se sentem seguros por acreditar que a organização precisa deles. No episódio desta segunda-feira (19), Carla Miranda, da TGI Consultoria, destaca que nenhum profissional, por melhor que seja, é insubstituível, e fala sobre a relação de dependência que essa concepção pode levar, que é maléfica para o profissional e para a empresa.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: