Bolsa Família: revisões cadastrais estão suspensas e prefeitura alerta que famílias não precisam ter pressa

(Fotyo: Divulgação)

Os inscritos no Cadastro Único e beneficiários do Bolsa Família que já estão habituados a buscar atendimento para fazer atualização de dados, a cada dois anos, não precisam ter pressa em busca desse tipo de serviço. Isso porque, o Ministério da Cidadania suspendeu por 180 dias as revisões cadastrais e de procedimentos operacionais do Programa Bolsa Família e do Cadastro Único.

Com a nova iniciativa do Ministério da Cidadania, também ficam paralisadas até 28 de setembro de 2021 as ações de bloqueio, suspensão ou cancelamento do pagamento do benefício. A decisão foi tomada para evitar aglomerações e resguardar os beneficiários dos possíveis riscos de contaminação pelo coronavírus.  

A secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos de Petrolina, Gláucia Andrade, destaca que essa ação do Ministério da cidadania tem se repetido desde o início da pandemia. “É muito importante que as famílias saibam que elas não precisam correr para fazer nenhuma atualização por agora, uma vez que, não haverá repercussão na situação do Bolsa Família ou Auxílio Emergencial. Essa ação do Ministério foi feita justamente para que as pessoas não precisem sair de suas casas e cumpram assim as regras de prevenção à covid-19”, explica.

Auxílio Emergencial

A gestora também informa que algumas pessoas têm buscado atendimento sobre Auxílio Emergencial junto à Casa Bolsa e os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), contudo, os equipamentos do município não têm gerência sobre o auxílio. “Petrolina foi pioneira na implantação da Casa Bolsa e lá temos uma equipe muito capacitada que vem prestando um atendimento humanizado. Mas, é muito importante reforçar que os equipamentos do município não têm gerência sobre o Auxílio Emergencial e que as pessoas busquem atendimento nos canais do governo federal”, disse. 

Quem precisar de algum atendimento da Casa Bolsa pode agendar serviço através do número  (87) 3863-6871. Já as pessoas que tiverem dúvidas sobre o Auxílio Emergencial podem acionar os canais do Governo Federal no número 111. Há ainda o telefone 0800 726 0207, voltado exclusivamente para o atendimento de dúvidas de benefícios sociais de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 10h às 16h.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: