Com chuvas na Bacia Hidrográfica do São Francisco; Sobradinho tem volume do Reservatório d’água em 51%

(Foto: Reprodução)

O Nordeste apresentou, ontem, um novo recorde de geração máxima, com 18.002 Megawatt (MW), o recorde anterior foi de 17.782 MW, no último dia 11 de dezembro. Com isso, a Região continua como exportadora de energia para o Sul/Sudeste, que está em situação de escassez hídrica. “Estamos num momento que demonstra a importância do Sistema Interligado Nacional e a grande vantagem de uma matriz energética diversificada para o atendimento aos consumidores do país”, declarou o diretor de Operação da Chesf, João Henrique Franklin.

Na composição da geração de energia na região, cerca de 40% da produção corresponde às hidrelétricas da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), outros 40% são provenientes dos parques eólicos e os 20% restantes, de termelétricas e geração solar.

A vazão a partir da Usina de Sobradinho está em 2.300 metros cúbicos por segundo (m³/s) e o volume do Reservatório está em 51%. “Estamos em pleno período de chuvas na Bacia Hidrográfica do São Francisco e por isso temos condições de suprir a necessidade de energia também com a geração hidráulica, beneficiando todos os consumidores”, avaliou o diretor.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: