CDL e Sindilojas estão otimistas para reabertura do comércio no dia 1º de abril em Petrolina

O anúncio da flexibilização e reabertura do comércio a partir do próximo dia 01 de Abril, conforme o decreto 50.470/2021 publicado no Diário Oficial desta sexta (26) e anunciado nesta quinta (25) pelo governo de Pernambuco atende, de certa forma, parte dos anseios da classe empresarial. Ao menos essa é a leitura da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina (SINDILOJAS). As duas entidades classistas  esperam que, não somente o comércio varejista bem como os outros setores produtivos, possam  se planejar para a retomada segura das atividades econômicas, a partir do dia 1º de Abril.

Quero ressaltar a força do nosso lojista e das entidades de classe que foram incansáveis na busca por diálogo e sugestões para a reabertura das atividades econômicas. Agora, fazemos um apelo à população para continuar fazendo a sua parte. Medidas simples como o uso correto da máscara sempre que precisar sair de casa, higienizar as mãos corretamente com água e sabão, além do álcool em gel; bem como evitar aglomerações, salvam vidas. Portanto, pedimos a todos para seguirem todas as regras de prevenção”, alerta o presidente do Comitê Petrolina no Combate ao Coronavírus e da CDL de Petrolina, Manoel Vilmar.

Vale ressaltar que desde o início da adoção de medidas restritivas , em março de 2020, o setor Varejista nunca deixou de encaminhar sugestões e propostas para as representações da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL/PE), Confederação Nacional das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio/ PE), além dos  gestores públicos em todas as suas esferas ;  sempre com o objetivo de contribuir na luta contra a disseminação da Covid -19, como também possibilitar a manutenção dos serviços e, consequentemente, a geração de emprego e renda.

As empresas, em sua grande maioria, abraçaram todas as medidas sanitárias cabíveis e orientadas pelos órgãos de saúde; e continuam intensificando estas ações até os dias atuais.

O anúncio do governo estadual, de certa maneira, nos surpreendeu, porque vai permitir a reabertura do comércio. Desde o início frisamos que as autoridades deveriam estar abertas às sugestões encaminhadas pelos setores produtivos, e ao mesmo tempo, intensificar as fiscalizações e punições cabíveis para quem descumprisse as regras. O que a gente pede agora é que cada um faça sua parte, cumpra com as orientações sanitárias. Porque a gente só vence essa guerra se o esforço for coletivo” pontua o presidente do SINDILOJAS Petrolina, Joaquim de Castro.

As entidades torcem agora para que a vacinação massiva atinja um nível mais acelerado e que as fiscalizações sejam intensificadas nos locais que realmente causam aglomerações e desrespeito às regras sanitárias.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: