Vereador ataca Miguel: “Izacolândia precisa de um prefeito de vergonha”

0
69
Domingos se pronunciou sobre possibilidade de Izacolândia passar a ser de Lagoa Grande-PE. Fotos: Reprodução Internet

O vereador Domingos de Cristália (PSL) mostrou-se indignado com a possibilidade do Distrito de Izacolândia, que faz parte do município de Petrolina, tornar-se um anexo da cidade de Lagoa Grande, pela proximidade geográfica. Em entrevista ao Nossa Voz, o parlamentar disse que reuniões com os governos de ambas as localidades foram realizadas na última quinta-feira (16) e que a população se quer foi ouvida.

“Eu não esperava que tivesse movimentação da parte dos prefeitos. A população deveria ter sido escutada e nem isso foi. Izacolândia se sente abandonada e precisa de um prefeito de vergonha que queira trabalhar com aquela comunidade. Uma comunidade tão sofrida e hoje querem jogar [para Lagoa Grande] como joga um monte de gente dentro de um chiqueiro. As pessoas precisam ser respeitadas. Eu sou totalmente contra”, posicionou-se Domingos.

Dentro do Congresso Nacional, tramita a pauta de municipalização dos distritos por todo o país. Dentro do território petrolinense, com os oito mil habitantes de Izacolândia, o município ultrapassa o coeficiente de 200 mil eleitores e, pela Legislação Eleitoral, obrigatoriamente, Petrolina terá segundo turno nas Eleições para o Executivo em 2020. Para Domingos de Cristália, anexar o distrito à cidade de Lagoa Grande é uma estratégia para que o prefeito Miguel Coelho garanta a reeleição sem problemas maiores, ainda no primeiro turno.

“Eles querem facilitar a reeleição de Miguel”, enfatizou o parlamentar, que fez questão de mandar um recado ao gestor: “É melhor cumprir suas promessas de pavimentação do que jogar Izacolândia para outro município. Lagoa Grande não toma de conta nem dela. Se fosse assim, joga Petrolina para Bahia, porque Salvador é mais perto do que Recife. Quem tem que cuidar de Izacolândia é Petrolina”, sugeriu Domingos de Cristália.

Questionado pela produção do Nossa Voz, o Prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), disse não ter conhecimento das reuniões citadas pelo oposicionista. “Eu não fui consultado. O que eu reconheço é que Izacolândia e Rajada podem ser autônomas e não anexos”, limitou-se sobre as acusações. Ele ainda respondeu a Domingos afirmando que existe um investimento de cerca de 700 mil reais para a pavimentação de Izacolândia e Rajada e criticou a postura do parlamentar. “Esses homens tinham que está honrando as promessas de campanha e não ficar inventando boato”, finalizou.