Petrolina se destaca mais uma vez na geração de emprego no mês de fevereiro

(Foto: Divulgação)

Apesar da crise financeira que continua impedindo o crescimento e minando gestões de estados e municípios por conta da pandemia da Covid-19, Petrolina mantém crescimento na geração de empregos diretos. Os números do Ministério do Trabalho, através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram publicados nesta quarta-feira (31), e colocam, mais uma vez, o município com saldo positivo na geração de empregos.

Conforme atesta o ranking do Caged, somente no mês de fevereiro o saldo na geração de empregos foi de 1.065, o município registrou 2.740 contratações e 1.675 desligamentos. O acumulado do saldo do ano chega a 1.366 vagas. Os setores que obtiveram destaque foram os de agronegócio, comércio e serviços.

“Estamos vencendo a crise buscando alternativas em todas as frentes. É por isso que o prefeito Miguel Coelho tem tocado obras por toda Petrolina, atraído a chegada de novas empresas para abertura de mais vagas de empregos, investido em educação e na qualificação profissional das pessoas para formar mão de obra especializada. Tudo é fruto de muito trabalho, organização e planejamento. E vamos continuar firmes nessa missão de melhorar cada vez mais a vida de nossa gente”, frisou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Flávio Guimarães.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: