Petrolina está na lista das cidades com suspensão contra a vacina Covid-19 em profissionais de saúde que não atuam na linha de frente

Dormentes (PE) e Santa Maria da Boa Vista (PE), também devem suspender a vacinação para esse público. (Foto: Reprodução)

Documentos recomendando a suspensão da vacinação contra a Covid-19 de profissionais de saúde que não atuem no atendimento direto a pacientes, na vigilância, na regulação ou na gestão em saúde foram enviados às secretarias de Saúde do Recife e de outras 82 cidades pernambucanas.

A recomendação é válida para essas 83 localidades e foi expedida pelas seguintes instituições: ministérios públicos Federal (MPF), de Pernambuco (MPPE), do Trabalho (MPT) e defensorias públicas da União (DPU) e do estado (DPPE).

O objetivo da recomendação é “suspender imediatamente a vacinação dos profissionais de saúde que atuem em estabelecimentos de serviços de interesse à saúde, como academias de ginásticas, clubes, salões de beleza, clínicas de estética, óticas, estúdios de tatuagem e estabelecimentos de saúde animal”, informou o MPF, em nota.

Os documentos determinam como única exceção os profissionais que já tenham recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19: para evitar desperdício do imunizante, eles devem receber a segunda dose.

Ainda de acordo com o MPF, isso “contraria as orientações internacionais e nacionais sobre a vacinação para combate à pandemia”, devido ao “contexto de escassez de insumos e transmissão comunitária da doença, como no caso do Brasil”.

Nesse cenário, devem ser grupos prioritários do primeiro estágio da vacinação, com base no roteiro da Organização da Mundial da Saúde (OMS) para Priorização na Aplicação de Vacinas Covid-19, “os trabalhadores da saúde ‘com alto ou muito alto risco de adquirir e transmitir infecções’, assim definidos aqueles que trabalham diretamente no atendimento de pacientes confirmados ou casos suspeitos da doença”, segundo o MPF.

Por isso, as instituições que assinaram os documentos recomendaram também que não devem ser incluídos na fase atual da vacinação contra a Covid-19:

  • os profissionais de saúde inativos, aposentados ou que estejam trabalhando em sistema de teletrabalho;
  • os profissionais que, mesmo habilitados em áreas de saúde, desempenhem atividades exclusivamente acadêmicas, como professores ou pesquisadores de instituições de ensino;
  • os profissionais que atuam sem contato físico direto com o paciente.
Cidades afetadas pela recomendação
  1. Abreu e Lima
  2. Afrânio
  3. Água Preta
  4. Águas Belas
  5. Alagoinha
  6. Angelim
  7. Araçoiaba
  8. Arcoverde
  9. Barreiros
  10. Belém de Maria
  11. Bom Conselho
  12. Bom Jardim
  13. Brejão
  14. Buenos Aires
  15. Buíque
  16. Caetés
  17. Calçado
  18. Camaragibe
  19. Canhotinho
  20. Capoeiras
  21. Carpina
  22. Catende
  23. Chã de Alegria
  24. Correntes
  25. Dormentes
  26. Feira Nova
  27. Gameleira
  28. Garanhuns
  29. Glória do Goitá
  30. Iati
  31. Ibimirim
  32. Ibirajuba
  33. Igarassu
  34. Ilha de Itamaracá
  35. Inajá
  36. Itaíba
  37. Itapissuma
  38. Jaboatão dos Guararapes
  39. Jaqueira
  40. João Alfredo
  41. Joaquim Nabuco
  42. Jucati
  43. Jupi
  44. Lagoa do Carro
  45. Lagoa do Itaenga
  46. Lagoa do Ouro
  47. Lagoa Grande
  48. Lajedo
  49. Limoeiro
  50. Machados
  51. Manari
  52. Maraial
  53. Moreno
  54. Nazaré da Mata
  55. Olinda
  56. Palmares
  57. Palmeirina
  58. Paranatama
  59. Paudalho
  60. Paulista
  61. Pedra
  62. Pesqueira
  63. Petrolina
  64. Poção
  65. Pombos
  66. Quipapá
  67. Recife
  68. Ribeirão
  69. Saloá
  70. Santa Maria da Boa Vista
  71. São Benedito do Sul
  72. São Bento do Uma
  73. São João
  74. São José da Coroa Grande
  75. São Lourenço
  76. Sertânia
  77. Tamandaré
  78. Terezinha
  79. Tracunhaém
  80. Tupanatinga
  81. Venturosa
  82. Vitória de Santo Antão
  83. Xexéu
Compartilhe:

Ouça nosso podcast: