Nova etapa do Plano de Convivência com a Covid-19 começa em Pernambuco

(Foto: Reprodução)

Ajustes nas medidas restritivas das atividades econômicas em Pernambuco serão iniciados a partir desta segunda-feira (26) e seguirão até o dia 9 de maio. Atividades em geral poderão estender seus horários, nos finais de semana, até às 18h, contanto que funcionem até oito horas contínuas.

Os estabelecimentos que abrirem às 9h, por exemplo, só poderão funcionar até às 17h. E o comércio de praia, que estava suspenso até ontem, poderá funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, mas nos finais de semana continuará suspenso.


Em pronunciamento, ao divulgar os ajustes das novas medidas restritivas – na última quinta-feira -, o governador Paulo Câmara afirmou que o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 continuará analisando diariamente os números da pandemia para avaliar a necessidade de novos ajustes para o período a partir de 10 de maio. “Seguimos contando com a compreensão de toda a população pernambucana. É nosso dever manter as atitudes preventivas. Evite aglomerações, higienize as mãos e sempre use máscara.

Alguns comerciantes de praias já estavam organizando seus itens de trabalho ontem para a reabertura. Esse foi o exemplo de Mikaela Kayane, dona do Bar da Preta, no Pina, Zona Sul do Recife. “Estamos limpando as mesas, passando álcool, lavando os guarda-sóis e separando tudo para amanhã (hoje).”

De acordo com a gerente de fiscalização do Procon-Pernambuco, Danyelle Sena, algumas checagens são feitas pelo órgão para observar o cumprimento dos estabelecimentos em relação à quantidade de horas contínuas em funcionamento. “A gente tem recebido denúncias de cidadãos, com fotos registrando o horário de início e término dos estabelecimentos. Então se percebermos que passou da quantidade de horas limite, nós vamos até o local realizar a fiscalização. Além disso, pedimos registro do horário da abertura do caixa, da primeira e da última emissão de nota fiscal para checarmos qual horário o estabelecimento foi aberto e fechado.”

O cronograma de fiscalizações do Procon-PE e outros órgãos vai seguir. “A gente tem uma equipe para fazer essas fiscalizações, verificando o cumprimento dos protocolos, como distanciamento social e uso de máscara. Especificamente sobre comércio de praia, a gente pede apoio dos municípios, dos órgãos locais para as fiscalizações porque temos uma faixa de areia muito extensa em Pernambuco”, complementou Danyelle.

No Recife, a prefeitura disponibilizará suporte às ações de fiscalização. Como ocore desde o início do decreto que restringe as atividades públicas, os setores da administração municipal envolvidos na fiscalização são Autarquia de Trânsito e Transporte (CTTU) e a Guarda Municipal.

Casos no Estado

Pernambuco notificou, nesse domingo (25), 1.734 novos casos e mais 70 mortes em razão da Covid-19. Agora, o Estado totaliza 395.563 casos e 13.640 óbitos. A rede pública de saúde de Pernambuco conta com 1.627 leitos de UTI para atender os casos da Covid-19, estando 96% deles ocupados. As enfermarias somam 1.250 vagas, com 81% de ocupação. No setor privado, são 494 leitos de UTI, com 88% de ocupação, e 294 leitos de enfermaria, estando 56% deles preenchidos. 

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: