Moradores do Dom Avelar cobram drenagem do bairro

Com ruas e avenidas alegadas, os moradores do Dom Avelar reforçam as cobranças acerca de soluções definitivas para os transtornos causados pelas chuvas. De acordo com os moradores, apesar de já contar com as ruas pavimentadas, o bairro necessita de um projeto de drenagem.

“Fica o alagamento, buracos, roda tempo e ninguém vem tampar. Tem que tomar providência, porque o rojão é esse aqui direto, todo ano acontece e não tomam providência, ninguém vem ajeitar”, afirmou Gonçalo, morador da Avenida dos Minérios.

Francisco relatou ao Nossa Voz que mora no Dom Avelar há vários anos e até hoje não viu uma ação efetiva para dar fim ao problema. “Desde que o bairro existe é assim. Chegam, colocam um calçamento de terra, passam a máquina e às vezes fica pior. Vejo pessoas caírem quando a areia fica solta e quando chove ficam essas buraqueiras. Um carro deu problema ali, sempre acontece esse tipo de coisa e todo ano é assim e nada acontece para melhorar”.

O líder comunitário, Rogério Silva, cobrou a conclusão das obras anunciadas pela prefeitura, cujos dados estão informados na entrada do bairro. “Tanto faz ser aqui na terra quanto no asfalto, é a mesma coisa. E o que nos deixa chateado é porque ano passado foi colocada uma placa na entrada do bairro, apontando o valor da obra em mais de R$ 3,7 milhões, onde incluía a drenagem do bairro e não houve. Foram feitas em algumas ruas pavimentadas e sinalizadas e aterro não resolve isso aqui”, reforçou.

“Foi uma chuva insperada, porém, temos que estar preparados. Se você for na Avenida da Fortuna está um absurdo, entrou água em diversas casas, na Rua da Virtude entrou muita água também, na quadra nem se fala, os pontos de sempre. A gente faz um apelo ao prefeito Miguel Coelho que faça a drenagem aqui no bairro Dom Avelar para que tire os moradores do sufoco”, solicitou Silva.

Em resposta, o secretário-executivo de serviços público, Álisson Oliveira esclareceu ao Nossa Voz que a drenagem detalhada na placa é relacionada aos corredores de ônibus e que a solução definitiva virá através do projeto de macrodrenagem que será licitado nas próximas semanas. “A gente sabe dos transtornos que todos passam aí. Essa drenagem que está sendo feita e foi citada pelo Rogério Silva é relacionada aos corredores de ônibus e está sendo feita na Avenida do Petróleo”. Além disso, Oliveira também listou as ações empreendidas pela Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade no Dom Avelar. Entre elas estão a quadra poliesportiva, pavimentações, Praça do Clube do bairro, Avenida da Redenção e a iluminação em LED.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: