Médicos residentes de Ginecologia e Obstetrícia passam por treinamento de Cirurgia de Alta Frequência no HDM

Os residentes de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Dom Malan participaram, nesta terça-feira (27), de um treinamento de Cirurgia de Alta Frequência (CAF) realizado no Laboratório de Habilidades do serviço.

Através dessa técnica cirúrgica é feita a retirada de lesões do colo do útero, com a extração da área doente, sem causar nenhum dano ao órgão, utilizando um fio que conduz energia elétrica de baixa voltagem e alta frequência, que permite o corte do tecido.

O material retirado é enviado para biópsia para indicar se a lesão foi totalmente removida e para definir a necessidade de outros tipos de tratamento complementares ao procedimento.  Por ser um procedimento pouco invasivo, permite a manutenção da fertilidade feminina após a cirurgia.  

“São muitas as vantagens dessa técnica, inclusive para o tratamento e prevenção do câncer do colo do útero. Então, treinar os médicos residentes é bem importante, inclusive para poder ofertar esse tratamento às mulheres que buscam atendimento no Dom Malan”, ressalta o coordenador da residência de GO, Danilo Kauêr.

De acordo com a diretora de Ensino e Pesquisa do HDM, Angélica Guimarães, esse tipo de treinamento só é possível graças a existência do Laboratório de Habilidades, inaugurado em 2017. Muito bem equipado com manequins e instrumentos para o treinamento prático de casos realísticos maternos e infantis, o setor permite o treinamento/capacitação de estudantes, residentes e corpo clínico, através da simulação de situações da vida real.

“Acredito que esse é o SUS que dá certo. O SUS que investe na formação dos seus profissionais melhorando a qualidade da assistência” conclui a diretora.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: