Luto: Morre aos 79 anos em Ouricuri, Mestre Aprígio, o artesão do Couro

(Foto: Reprodução)

O Artista do Couro, Mestre José Aprígio Lopes, morreu na noite dessa segunda-feira (27), aos 79 anos. Pernambuco o conhecia bem. Ele ajudou a construir a história cultural do Nordeste com seu talento inigualável. Amigo de Luiz Gonzaga e estilista predileto do Rei do Baião, Mesmo Aprígio foi intitulado “Patrimônio Vivo de Pernambuco”, no 14º concurso realizado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, em 2019. O Mestre já tinha 55 anos de profissão e algumas das peças confeccionadas por ele ainda estão expostas no Museu Cais do Sertão, no Recife.

Mestre Aprígio, tinha uma doença crônica, era hipertenso e estava acamado há mais de uma semana. Familiares confirmam que ele chegou a ficar na UTI, onde necessitava de cuidados e vigilância intensivos. Ele chegou a ter uma leve melhora, mas não resistiu.

Nas redes sociais, amigos e admiradores, renderam-lhe muitas homenagens. Apesar da idade, Mestre Aprígio, tinha planos de continuar produzindo peças cada vez mais modernas de couro em sua oficina.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: