Governo desmente vereador e diz que equipamentos do Hospital de Campanha foram cedidos à Prefeitura de Petrolina

Retirada de equipamentos começou nesta quarta-feira (31). (Foto: Reprodução)

Ao contrário do que afirmou o vereador Wenderson Batista em suas redes sociais e ao Nossa Voz de hoje (01), os equipamentos do Hospital de Campanha de Petrolina que estavam guardados no Centro Social Pio XI não estão saindo da cidade. Pelo contrário. Segundo uma nota encaminhada pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, monitores cardíacos, bombas de infusão, incentivadores respiratórios e eletrocardiógrafos, removidos do depósito, serão “absorvidos na rede municipal de assistência aos usuários suspeitos e confirmados para o novo coronavírus com quadros mais leves”.

Acompanhe na íntegra:

Parte de aparato usado em Hospital de Campanha desmobilizado será encaminhado para unidades municipais, garantindo a assistência aos pacientes com Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) irá ceder equipamentos remanescentes do Hospital de Campanha de Petrolina para a prefeitura do município com o objetivo de reforçar a assistência aos pacientes com a Covid-19. A cessão foi autorizada após solicitação da gestão municipal ao Governo de Pernambuco.

Desmobilizado no final de 2020 por causa das baixas taxas de ocupação na unidade naquele período, boa parte da infraestrutura do serviço já havia sido remanejada dentro da rede de saúde, possibilitando, inclusive, a abertura de novos leitos na região, como na Unidade de Atenção Especializada (UPAE) de Petrolina e no Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri, também no Sertão do Estado.

Agora, o material remanescente, como monitores cardíacos, bombas de infusão, incentivadores respiratórios e eletrocardiógrafos, será absorvido na rede municipal de assistência aos usuários suspeitos e confirmados para o novo coronavírus com quadros mais leves. “O Governo de Pernambuco tem atuado para ampliar a assistência aos pacientes com a Covid-19 no Sertão pernambucano diante da aceleração da doença. Agora, o aparato usado no Hospital de Campanha de Petrolina, garantirá a assistência daqueles que mais precisam nas unidades de saúde municipais. Vamos continuar trabalhando, com base nos critérios técnicos, para enfrentar a pandemia em todas as regiões do Estado”, reforça o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Desde o final de dezembro de 2020, o Governo de Pernambuco abriu 237 leitos dedicados aos pacientes com a Covid-19 no Sertão do Estado, sendo 173 de UTI. Apenas na região do São Francisco, foram 48 novos leitos de UTI – quase 10 vezes a capacidade instalada de terapia intensiva no Hospital de Campanha estadual. Ao todo, a Região conta, hoje, com 92 leitos, sendo 62 de UTI – o dobro da oferta de terapia intensiva do ano passado.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: