Empresários de Petrolina e Juazeiro unificam mobilização pela abertura do comércio

(Foto: Adriana Rodrigues)

Na manhã desta quarta-feira (24), comerciantes de Juazeiro e Petrolina saíram às ruas para uma nova manifestação contra o fechamento do comércio e serviços não essencial. No lado pernambucano, a concentração iniciou as 8h no estacionamento da Havan e a carreata saiu às ruas por volta de uma hora depois. Em Juazeiro, a mobilização segue com seus integrandes circulando pelas principais ruas do Centro da cidade. O protesto será encerrado com um encontro na Ponte Presidente Dutra.

O empresário petrolinense, Hebert Vieira, em entrevista ao Nossa Voz, cobrou a revisão dos decretos restritivos, destacando que o comércio das duas cidades está pagando a contra por infrações que não cometeu.

“A nossa reivindicação é que além da reabertura do comércio, ele seja reavaliado porque está de uma forma de forma totalmente arbitrária e injusta. Nós precisamos reavaliar tudo que está acontecendo hoje. O comércio está sendo acusado de toda culpa pela parte maior de aglomeração da covid, mas a gente tem observado aglomerações em festas clandestinas, a própria Orla da cidade de Petrolina que sempre está lotada, os ônibus superlotados, atacadistas. Então por que o comércio vai levar a culta de tudo se ele, pelo contrário, esta lutando para sobreviver? Mesmo sem o decreto estávamos com uma grande dificuldade de fluxo de pessoas. Então por que a culpa seria só nosso agora, nesse momento?”, questionou Vieira.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: