Economia & Negócios: Brasil volta a ser destino de investidores externos

O Brasil voltou a ser um dos destinos de investimento externo, de acordo com o levantamento do Instituto de Finanças Internacionais (IIF). Durante o segundo semestre de 2020, o país recebeu US$ 29,1 bilhões, após perda de US$ 35,5 bilhões entre os meses de janeiro a junho, em razão do cenário de incertezas imposto pelo início da pandemia. Na segunda metade do ano, no entanto, os pacotes econômicos dos EUA e Europa trouxeram uma liquidez elevada, fazendo com que os investidores buscassem mercados emergentes para diversificar seu portfólio.

Compartilhe:

Ouça nosso podcast: