Conuni aprova Bônus Regional para todos os cursos da Univasf

0
359

A sexta-feira terminou com um ar de alívio para os sertanejos. Foi aprovado pelo Conuni hoje (26), o bônus regional para estudantes da Universidade Federal do Vale do São Francisco. Na primeira votação com 33 dos votos a favor, 11 contra e 8 abstenções, os membros do conselho bateram o martelo pela aprovação da proposta.

Inicialmente a reunião apresentava o bônus apenas para o curso de medicina, mas durante a discussão, foi analisada a necessidade de estender a bonificação para todos os cursos da Univasf e a votação final foi a seguinte: 39% a favor, 32% contra e 25% de abstenções.

A reunião que iniciou às 14h se estendeu pelo resto da tarde para discutir vantagens e desvantagens de incluir uma política de bonificação para os estudantes. Entre os mais de 60 conselheiros, apenas 12 demonstraram interesse em debater o relatório, escrito pelo conselho do bônus regional.

Francisco Ricardo Duarte, professor do curso de engenharia de produção, mostrou interesse em não haver distinções de porcentagens entre os dois cursos e pediu que a política de bonificação contemplasse os demais cursos. “O pleito é justo, tem respaldo jurídico legal. Mas não vejo na minha opinião, fazer distinção entre Petrolina e Paulo Afonso, recomendo o bônus de 10% para ambos os cursos dos dois municípios. Sou favorável também, à expansão para todos os cursos da instituição, defendo também, que não haja distinção a conclusão ensino regular ou supletivos. Uma política inclusiva não pode ser excludente”, defendeu o professor.

O decano do curso de Ciências da Natureza, Campus Senhor do Bonfim, Manoel Messias, defendeu a universidade como ambiente de inclusão social e democratico e disse que não compreendia a demora para aprovação do bônus. “Eu não entendo essa resistência, não é projeto que precisa ter paternidade, mas sim, vindo de interesse da sociedade civil. Que a universidade por sua obrigação assuma o seu protagonismo e seu compromisso social. Achei particularmente interessante quando alguns professores tiveram coragem de ir na mídia mostrar a cara e defender o bônus. A universidade precisa ser democrática, transparente, mas acima de tudo, ela precisa mostrar o que está fazendo”, declarou Manoel.

Na defesa do Conuni, por não ter aprovado a política de bonificação no dia 16 de novembro, Audimar de Sousa, do colegiado de enfermagem, afirmou que a Univasf agiu com responsabilidade. “É importante que essas pessoas [comunidade externa] entendam que em nenhum momento a Univasf se recusou a discutir o bônus, e sim por aprovar um relatório da maneira que nos foi colado, sob pressão e sem a devida apreciação acadêmica, legal e jurídica”, contou Audimar.

Em pouco tempo, a comunidade externa já comemorava a aprovação, a professora Mary Ann Saraiva, Diretora do Curso Bios em Petrolina e apoiadora dos estudantes, eufórica com a conquista, disse que o bônus é uma batalha vencida para os sertanejos que tanto desejaram ter uma universidade pública. “Todos os educadores acompanharam as discussões. E agora enfim, o Bônus foi aprovado para todos os sertanejos entre os mais de 340 municípios, de Pernambuco, Bahia e Piauí. Já vale agora para a prova do [enem] que o aluno vai concluir domingo. É hora de estudar e descansar, é hora de fazer cada vez mais bonito nesse sertão é hora de voce estudante conquistar a sua vaga na Univasf. Esse sempre foi o desejo de todos e das pessoas que estiveram desde a fundação da univasf, luta dos professores que fizeram abaixo assinado há 25 anos pedindo uma universidade para o sertão, sonho de pais e estudantes. e aqui chamo à memória do Ex Deputado Doutor Osvaldo Coelho, criador da Univasf e que sempre lutou pelo acesso e inclusão dos filhos sertanejos na Universidade”, finalizou.

Sydney Leão, coordenador do colegiado de medicina, agradeceu a cobertura feita pelo Programa Nossa Voz durante o processo que o bônus regional passou. “Professores, pais e estudantes também comemoraram a conquista. “Uma vitória histórica do povo do sertão! Meu agradecimento a todos e à equipe da FM Grande Rio, em especial do programa Nossa Voz pela discussão sobre essa questão”, disse. O bônos de 10% aprovado, já estará valendo para o próximo Sisu.